2017

 

Transição da Certificação do CTCV para a NP EN ISO 9001:2015 para o Sistema de Gestão.
2014

 

Certificação do CTCV pela NP 4512:2012 (CERTIF) para o Sistema de Gestão da Formação.
2013

 

Entidade reconhecida no âmbito do Sistema Nacional de Qualificações pela DGERT.
2012

 

Início da atividade no iParque.
2011

 

Início da construção dos edifícios no iParque.
2010

 

Acreditação DGERT Formação e Transferência da Certificação NP EN ISO 9001:2008 da APCER para a CERTIF.
2009

 

Transição da Certificação para a NP EN ISO 9001:2008 (APCER).
2005

 

Certificação do CTCV pela norma NP EN ISO 9001:2000 (APCER).
2003

 

Acreditação do Laboratório Móvel e de Amostragem (LMA) Norma NP EN ISO/IEC 17025:2000 e Acreditação do Organismo de Inspeção Técnica e Auditoria (OITA) Norma NP EN 45004:1997
2002

 

Transição da Acreditação dos Laboratórios para a NP EN ISO/IEC 17025:2000.
2000

 

Criação de uma empresa Spinn-off, a TeandM – Tecnologia, Engenharia e Materiais, S.A. É uma empresa inovadora com instalações industriais no Parque Industrial de Taveiro, focalizada na produção de revestimentos técnicos de componentes para aplicações industriais, usando tecnologias de projeção térmica de alta velocidade e revestimentos físicos em estado de vapor.
1998

 

São revistos os estatutos do CTCV em Diário da República (DR 101/98, de 2/Maio).

 

Acreditação IQF Formação.
1995

 

DL 312/95 – são revistas as competências dos Centros Tecnológicos.
1990

 

Acreditação dos Laboratórios de Análises Químicas, Análises Estruturais, Ensaios Físicos e Ensaios Mecânicos do CTCV, Norma NP EN 45001:1990

 

Acreditação do Organismo de Certificação Setorial (OCS) Norma NP EN 45011:1990

1987

 

São publicados os estatutos do CTCV em Diário da República (DR 66/87, de 20/Março). É nesse ano que se inicia, na prática, a estruturação do CTCV, com a criação das áreas operacionais de intervenção e de desenvolvimento, procurando aproveitar algum do equipamento já adquirido pela designada Comissão Instaladora e outro existente em instituições como o LNETI.
1983

 

DL 461/83 – Primeira publicação sobre a criação dos Centros Tecnológicos.
1982

 

Ofício nº 218/410.42.01 do LNETI – Laboratório Nacional de Engenharia e Tecnologia Industrial, assinado pelo Presidente, Professor Doutor José Veiga Simão, cria a Comissão Instaladora do Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro.
1973

 

Portaria n.º 713/73 cria o Centro Técnico da Cerâmica e aprova os respetivos estatutos, embora o projeto tenha ficado adiado.